Home Notícias

Saúde

Qualidade de vida do trabalhador da indústria é debatida em congresso

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

congresso 505x180

Dois trabalhos científicos oriundos do Diagnóstico de Saúde e Estilo de Vida (DSEV) foram apresentados no XVIII Congresso Médico Amazônico, em Belém. O DSEV é uma ferramenta utilizada pelo SESI para identificar os hábitos de vida, as condições e o acesso à saúde em geral e relacionada ao trabalho dos funcionários da indústria.

O conteúdo levado ao Congresso foi desenvolvido pelo funcionário Rodrigo Canto, auxiliar administrativo do SESI Pará. Os artigos apresentados foram 'Diagnóstico Médico Referido dos trabalhadores das indústrias do Pará no biênio 2013/2014' e 'Acesso à saúde e indicadores de saúde bucal dos trabalhadores das indústrias do Pará'.

O primeiro artigo apresenta dados sobre a percepção que os próprios trabalhadores têm sobre a sua saúde. “Com este trabalho, pôde-se concluir que poucos industriários possuem problemas sistêmicos, como diabetes e hipertensão, quando comparados a população trabalhadora do Estado do Pará. Além disso, grande parte tem ou já teve problemas osteomusculares e articulares, como problemas de coluna e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho, os DSRT”, explica o fisioterapeuta e assistente administrativo do SESI Indústria Saudável, Rodrigo Canto, autor dos trabalhos.

congresso 350x250O segundo artigo concluiu que os trabalhadores da indústria paraense, apesar de terem mais acesso à saúde do que a população geral do Estado, não possuem uma boa saúde bucal. “Mais da metade dos industriários necessitam de tratamento bucal de alta complexidade. Esse tipo de tratamento pode incluir cirurgias e colocação de órteses e próteses, por exemplo”, afirma Canto.

Congresso - Com o tema 'A contribuição dos profissionais da saúde nos 400 anos de Belém', o XVIII Congresso Médico Amazônico foi realizado de 24 a 27 de abril de 2016, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia. Organizado pela Sociedade Médico Cirúrgica do Pará (SMCP), o evento ocorre a cada dois na capital do estado e tem como objetivo a troca de conhecimentos e a atualização dos profissionais de saúde a respeito de patologias e técnicas de tratamento mais modernas.

 

Profissionais do SESI recebem capacitação em ergonomia

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

 

ergonomia 505x180
Profissionais da área de Saúde e Segurança do Trabalho, fisioterapeuta e técnicos de Educação Física do SESI Pará participaram do treinamento Análise Ergonomia do Trabalho, entre os meses de fevereiro e março. O curso, com carga horária de 80 horas e o apoio de instrutores do SESI Paraná, reuniu informações sobre técnicas e ferramentas para auxiliar no atendimento às indústrias, no que diz respeito à norma regulamentadora 17, relacionada à ergonomia. As aulas ocorreram na unidade SESI Indústria Saudável.


A NR 17, do Ministério do Trabalho e Emprego, estabelece parâmetros que permitem a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores. O objetivo é proporcionar o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente do trabalhador em seu ambiente de trabalho. Entre os parâmetros avaliados estão levantamento, transporte e descarga individual de materiais; mobiliário e equipamentos dos postos de trabalho; condições ambientais e organização do trabalho.

ergonomia 350x250“Já recebíamos demandas dessa natureza, mas ainda não conseguíamos atender pela falta de conhecimento técnico. Agora, poderemos oferecer um novo serviço, de qualidade e beneficiar as indústrias, já que essa NR é uma das exigências previstas pelo e-Social”, disse Daniel de Souza, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho do SESI.

 

Campanha de combate ao aedes aegypti é reforçada nas indústrias

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

sococo 505x180


O Serviço Social da Indústria (Sesi Pará) está reforçando o combate contra o mosquito aedes aegypti. Estão sendo realizadas ações de conscientização nas unidades da instituição na região metropolitana de Belém e no interior, e nas indústrias locais. No dia 04 de fevereiro a ação foi levada à empresa Sococo, em Ananindeua, onde centenas de trabalhadores conheceram como se prevenir da dengue, chikungunya e zika e como eliminar os focos do mosquito. Uma peça teatral mostrou como impedir a proliferação do mosquito.


“Nesse momento em que todo o Brasil enfrenta esse mosquito e as doenças que veem que ele, é importante que o SESI orienta os trabalhadores da indústria sobre a necessidade de se prevenir”, disse Antônio Emil Macedo, superintendente da Sococo.


sococo 300x200A primeira ação ocorreu no dia 31 de janeiro no Sesi Ananindeua e nas próximas semanas chegará às unidades do SESI de Castanhal, Paragominas, Altamira, Marabá e Santarém e retorna para Belém.


Durante as ações, são usados materiais do Ministério da Saúde que destacam a importância da limpeza semanal nos quintais e a atenção contínua em locais que podem acumular água limpa, já que o mosquito demora, em média, sete dias para nascer.

 

SESI reforça campanha contra o aedes aegypti

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

dengue 505x180


O Serviço Social da Indústria (Sesi Pará) iniciou o combate contra o mosquito aedes aegypti. São realizadas ações de conscientização nas unidades da instituição na região metropolitana de Belém e no interior, com distribuição de material informativo, capacitação de professores, palestras para trabalhadores da indústria e apresentação de peça teatral sobre como impedir a proliferação do mosquito.


A primeira ação foi no dia 31 de janeiro no Sesi Ananindeua, localizado na rod. Mário Covas e que recebe centenas de trabalhadores aos finais de semana. Os trabalhadores dos Correios que participavam de um campeonato esportivo na unidade, foram orientados sobre os hábitos do mosquito e o que fazer para se prevenir. “É muito importante levar esta conscientização para o trabalhador e seus familiares. Com a chegada do período chuvoso aqui no estado, é a hora de combater essas doenças. É nossa obrigação fazer a nossa parte e levar essa mensagem aos quase 1 mil lares que visitamos todos os dias, com a entrega de correspondências. O SESI está de parabéns por essa ação”, disse Joclau Barra, Diretor Regional dos Correios.


dengue 300x200São usados na divulgação materiais do Ministério da Saúde que destacam a importância da limpeza semanal nos quintais e a atenção contínua em locais que podem acumular água limpa, já que o mosquito demora, em média, sete dias para nascer.


As próximas atividades serão nas unidades de Castanhal, Paragominas, Altamira, Marabá e Santarém e retorna para Belém. “O Sesi tem por objetivo atuar na prevenção e valorização da qualidade de vida do trabalhador e isso implica diretamente no fator saúde. O combate ao mosquito transmissor se torna um compromisso de toda a sociedade e é importante colocar em prática todos os cuidados necessários para solucionar ou amenizar o problema. Estar integrado a isso é fazer parte de uma rede de cidadania em torno de uma causa comum que é a saúde de todos”, conclui Jacilaine Souza, gerente de Qualidade de Vida do Sesi Pará.

 

Sesi realiza campanha de prevenção durante o Carnaval

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

Carnaval2016 505x180

Para conscientizar os trabalhadores da indústria sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, o SESI Pará está organizando uma nova edição da tradicional campanha de carnaval. A ação, que deve se intensificar até o final de fevereiro, leva palestras interativas e dinâmicas para empresas da capital e do interior, além de entregar folders e preservativos aos funcionários.

No carnaval do ano passado, cerca de 30 indústrias da Região Metropolitana de Belém aderiram à campanha e receberam a ação de conscientização do SESI. “Nosso objetivo principal é informar sobre a prevenção e por isso a programação é bem descontraída. As empresas se interessam pela ação porque falamos sem tabus sobre sexo seguro e a importância do preservativo para evitar doenças, em especial a AIDS”, explica a assistente social do SESI, Sônia Reis.

Este ano, o diferencial da campanha são as dinâmicas de grupo, que funcionam como aliadas na memorização das informações de prevenção. “Por meio da interação com os trabalhadores, as dinâmicas auxiliam no aprendizado sobre as doenças sexualmente transmissíveis. As informações que trazemos durante a palestra vêm em formato de jogos, onde esclarecemos mitos e verdades sobre as DST’s e sexo seguro na medida em que o público interage conosco”, conta Sônia.

As empresas interessadas em aderir à campanha de carnaval do SESI devem entrar em contato com a Gerência de Qualidade de Vida pelo email qualidadedevida@sesipa.org.br ou pelos telefones (91) 3251-1636 ou (91) 3251-1600. Apesar de ser mais intensa durante o Carnaval, a campanha de prevenção contra DST’s/AIDS do SESI pode ser realizada a qualquer momento do ano, de acordo com a solicitação das indústrias.

 
Página 1 de 2
Follow us on Twitter

Últimas Notícias

Mais Acessados