Notícias

Escolas do SESI Pará têm equipes classificadas para etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica

Escolas do SESI Pará têm equipes classificadas para etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica

Escolas do SESI Pará têm equipes classificadas para etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica

As escolas SESI Pará dos municípios de Altamira, Ananindeua, Belém, Castanhal, Marabá, Paragominas e Santarém classificaram equipes para a etapa nacional virtual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que será realizada de 10 a 14 de novembro. A competição segue sua tradição de identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem.

Cada modalidade divide os alunos em três níveis (0, 1, e 2): 0 – alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental; 1 – alunos do 1º ao 8º ano do ensino fundamental e 2 – alunos do 8º e 9º ano do ensino fundamental e do ensino médio ou técnico. As escolas do SESI contam com equipes em todos os níveis da disputa.

A olimpíada científica é composta por duas categorias na modalidade prática: Simulação e Apresentação. Na primeira, o estado do Pará será representado por equipes de quatro unidades SESI.

 

Categoria Simulação

O destaque na classificatória foi a equipe Bricks of Pará Omega, de Belém, que garantiu o primeiro lugar regional no nível 1. Outra equipe da capital que garantiu o lugar mais alto no pódio foi a Bricks of Pará Alpha, competindo no nível 2.

As demais equipes classificadas no nível 1 foram Robo Tech (SESI Altamira), Tech Robots  (SESI Santarém) e Born to Ananin (SESI Ananindeua).

Na etapa nacional, os alunos terão como missão programar um robô completamente autônomo para realizar um resgate de vítimas de um desastre, simulado em um ambiente hostil e perigoso para a saúde humana.

Os técnicos Vandinei Nascimento e Rafael Fernandes, da equipe Robo Tech (SESI Altamira), não negam a alegria da classificação, mas afirmam que os alunos seguem focados na nova etapa.

“Os alunos já estão treinando todos os dias no simulador S-botics e, embora tenham em mente o grande aprendizado vindo dessa experiência única, esperam obter um bom resultado para ficar entre os primeiros colocados na disputa nacional”, conta Vandinei sobre seus pupilos, que cursam 6º e 7º ano.

A equipe agora divide seus treinamentos entre a OBR e a First Lego League, competição cuja segunda colocação regional foi conquistada pelo time de Altamira, no início de 2020.

Categoria Apresentação

Já para a Apresentação, equipes de seis unidades SESI representarão o estado na próxima etapa, sendo uma equipe em nível 0, seis equipes de nível 1 e uma na disputa de nível 2. Nessa modalidade, os alunos devem montar apresentações em vídeo de, no máximo, 5 minutos com seus robôs, programações e inovações baseados em pesquisas criadas a partir do uso de kits de robótica, placas e componentes eletrônicos, além de peças avulsas em geral.

As equipes Princesas do Miriti (nível 0) e Bricks of Pará Omega (nível 1), ambas do SESI Belém, concorrem na categoria Modelagem Virtual, na qual serão avaliadas por seus planejamentos e modelagem, manual ou em software, de seus robôs ou mecanismos.

Já as equipes de nível 1 MaxWell (SESI Paragominas), Robo Tech (SESI Altamira) e a equipe do SESI Castanhal se juntam à Lion Force (SESI Marabá), de nível 2, para a disputa da modalidade Trabalho em Equipe, sendo avaliados pela dedicação em ajudar a si próprios, bem como outras equipes.

“Por ser nosso primeiro ano na disputa da OBR, com várias experiências novas, os alunos ficaram extremamente empolgados ao saberem da classificação para a próxima etapa e agora aguardam ansiosos para mostrar seus projetos na competição”, relata a professora Elaine de Alexandria, técnica das equipes Lion Force, da escola SESI Marabá.

A professora também está junto aos alunos da equipe High Level, que é a única a representar o Pará na categoria Maker. Nesta, o objetivo será montar um robô com o maior número possível de peças feitas pelos próprios estudantes. Entre eles, a integrante Marcela da Conceição diz nunca ter imaginado participar um dia da OBR e agora vive a emoção de competir na etapa nacional.

“Tudo tem sido maravilhoso e nosso objetivo com o robô é criar soluções não só para os desafios propostos pela OBR, mas também que as ideias sejam aproveitadas em projetos no futuro”, afirma a aluna do 8º ano, que se mostra alegre em contribuir com os integrantes da High Level para a construção das peças utilizadas na construção de seu  robô.

A disputa nacional ocorrerá de forma 100% online entre os dias 10 e 13 de novembro, com as premiações e o encerramento do evento no dia 14. Todas as etapas poderão ser acompanhadas em tempo real pelo canal do evento no YouTube (https://www.youtube.com/olimpiadabrasileiraderobotica).

 

Serviço

Etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica

Programação:

10 de novembro – 13h às 18h: Apresentação da categoria Modelagem Virtual;

11 de novembro – 08h às 18h: Etapa classificatória de Simulação (nível 1);

12 de novembro – 08 às 12h: Etapa classificatória de Simulação (nível 2) e Apresentação da categoria Maker;

                                 – 13h às 18h: Etapa classificatória de Simulação (nível 2) e Apresentação da categoria Trabalho em Equipe;

13 de novembro – 08h às 12h: Etapa final de Simulação (nível 1);

                                 – 13h às 18h: Etapa final de Simulação (nível 2);

14 de novembro – 08h às 12h: Premiação e encerramento do evento.

 

Canal: YouTube.com/olimpiadabrasileiraderobotica

 

OBS: a foto da capa é de arquivo e foi produzida antes da pandemia.


Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4965
sac@sesipa.org.br
SIGA O SESI