Aluna do SESI participa da Feira Pan-Amazônica do Livro

Publicado em 11/06/2018 16:25h

Sesi Novidades

Aluna do SESI participa da Feira Pan-Amazônica do Livro

Aluna do SESI participa da Feira Pan-Amazônica do Livro

Ana Rafaella Coelho Barbosa, uma menina de 7 anos, foi uma das surpresas no último dia da 22ª Feira Pan-Amazônica do Livro, no Hangar. Acostumada a frequentar a feira junto com os pais, ela lançou o livro “A Boneca Mágica”, com uma história e poemas escritos por ela própria. Na história, Ana Rafaella fala de uma boneca que estava quebrada por fazer coisas erradas, como desperdiçar água, não desligar a tomada de energia elétrica quando saía do quarto e jogar o lixo no chão. Um dia, uma boneca mágica chegou, consertou a boneca quebrada e a deu de presente a uma menina chamada Ana Bela.

Ana Bela ficou muito feliz em ter uma boneca para brincar, tanto que ensinou a boneca a fazer as coisas certas: as duas tornaram-se amigas e se habituaram a passear pelas ruas de Marituba, onde a autora e a família residem. A prória Ana Rafaella orientou seus amiguinhos e amiguinhas de escola sobre a leitura e como fazer as coisas certas. Foi na escola Sesi Ananindeua que a história da pequena autora começou, em 2017. O livro de Ana Rafaella surgiu a partir do projeto pedagógico Estante Mágica, organizado pela entidade, com a intenção de incentivar a produção textual e de imagens por parte das crianças.

O projeto visou aproximar os estudantes da escrita e da leitura e teve início ainda no primeiro semestre. As crianças foram orientadas a escrever histórias e criar desenhos para ilustrar os livros, sob a supervisão dos professores. Rafaella gostou tanto da proposta que escreveu a história da boneca mágica e ainda fez os desenhos que ilustram o livro e as “poesinhas”, com intitula seus poemas.

O livro ganhou prefácio do escritor Luiz Peixoto, o “Jabutigão”, que também gosta de estar na Feira do Livro, e saiu pela editora Sant Mel, do escritor Eduardo Santos. Por volta das 17 horas, Ana Rafaella chegu ao Ponto do Autor, juntamente com pai, o pedagogo Adriano Leite, e a mãe, a psicóloga Mônica Coelho, para lançar o livro. Aluna do 3º ano do Ensino Fundamental do Serviço Social da Indústria, a menina diz que gosta muito de ler e de Matemática. “Quero ser dentista”, disse ela, enquanto protagonizava o lançamento da obra.

Segundo Mônica, a menina costuma ler um livro por semana e faz balé e teatro em Marituba. Para a família o lançamento de um livro por uma criança serve como indicativo de que a leitura consegue se firmar ante a concorrência e o excessivo mau uso de recursos tecnológicos. A autora mais jovem da Feira do Livro 2018 também disse que gostar muito do evento. “Ler logo cedo é bom, desenvolve a inteligência das pessoas”, avaliou.

*Texto do jornal O Liberal

SESI - Serviço Social da Indústria
X